Notícias do Setor

Prefeitura lança Plano São Paulo Mais inclusiva

11/12/2013
No Dia Mundial da Pessoa com Deficiência, celebrado em 03 de dezembro, o prefeito Fernando Haddad lançou o Plano São Paulo Mais Inclusiva, que inclui 70 ações divididas em cinco eixos - Acessibilidade; Atenção à Saúde; Acesso à Educação, Cultura e Esporte; Trabalho; e Inclusão Social e Cidadania.

O Plano envolve 20 secretarias e tem por objetivo principal garantir às pessoas com deficiência acesso aos direitos, serviços e bens que a cidade oferece. O evento foi realizado no M’ Boi Mirim, zona sul, juntamente com a inauguração do primeiro Centro Especializado em Reabilitação (CER) da capital, o CER IV, equipamento que compõe a Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência.

Entre as ações a serem realizadas até o final de 2016 pelas secretarias municipais destacam-se a criação da Central de Interpretação de Libras e Guias Intérpretes, acessibilidade em 380 Unidades Básicas de Saúde, reforma de 850 mil m² de passeios públicos, instalação de 125 semáforos sonoros, implantação de 10 residências inclusivas, entrega de 2 mil moradias acessíveis para pessoas com deficiência, garantia de cinco mil vagas no Pronatec,

A cerimônia contou com as presenças do ministro da Saúde, Alexandre Padilha, da secretária municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida, Marianne Pinotti, bem como de demais secretários das pastas que integram o Plano. “Estamos aderindo a todos os programas federais sem deixarmos de ter um olhar especial voltado à pessoa com deficiência”, comentou o prefeito Haddad. A secretária Marianne Pinotti lembrou que o plano vai permear todas as áreas de atendimento às pessoas com deficiência “Precisamos trazer para o cotidiano dessas pessoas, a vivência completa dos seus direitos.

A inauguração do Centro Especializado de Reabilitação (CER IV) no M’Boi Mirim já faz parte das ações previstas no São Paulo Mais Inclusiva e proporcionará atendimento médico a pessoas com deficiências física, intelectual, auditiva e visual.

Você Sabia?

Foi sancionado no dia 03 o decreto federal que garante aposentadoria especial para pessoas com deficiência. Ficaram delimitados três tipos de aposentadoria, definidos de acordo com a gravidade da deficiência (leve, moderada e grave). Além disso, independentemente do grau de deficiência, poderão se aposentar homens com 60 anos e mulheres com 55 anos, desde que tenham cumprido tempo mínimo de contribuição de 15 anos e comprovada a existência de deficiência durante igual período.

Fonte: Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida

Notícias do Setor
«    »